Bem Vindos ao Lista de Casamentos.

#Moscou para os apaixonados!

 

 
 

Lugar incrível e cheio de beleza únicas, a Rússia é palco para a Copa do Mundo de 2018 e pode também ser palco para sua tão sonhada Lua de Mel. Linda, mas não perto da gente, são quase 12 mil quilômetros cheios de conexões entre países para chegar em Moscou, capital da Rússia. Porém todo esse esforço vai valer a pena? Vamos conferir a seguir!

 

Catedral de São Basílio:
O mais conhecido cartão postal de Moscou é o que retrata a Catedral de São Basílio. A colorida e alegórica igreja ortodoxa cristã fica no coração da cidade, na Praça Vermelha, junto aos muros do Krêmlin. Essa belezura abre diariamente.No Inverno de 11h às 17h; e no verão: das 10h às 19h. E cobra pra entrar? Sim! Adultos pagam 250 rublos; crianças: 50 rublos. Há também descontos para aposentados. Grátis no último domingo de cada mês para estudantes e grandes 

Kremlin:

Essa palavra russa que significa “fortaleza” está presente em quase 20 pontos da Rússia, mas a que todo mundo ouve falar sempre é aquela onde fica a casa do governo de Moscou. Rodeada por seu muro vermelho imponente e as marges da Praça Vermelha, abriga várias coisas em seu interior:

  • Museus, prédio histórico e igrejas (com entrada permitida mediante apresentação de ingressos);
  • Grande Palácio do Kremlin (tours sob encomenda);
  • Palácio Estatal do Kremlin (entrada mediante apresentação de ingressos);
  • Residência Presidencial e prédios administrativos (fechados ao público).

Praça Vermelha:

No coração da cidade, é dessa praça onde partem as principais ruas de Moscou e é nela onde aconteciam os grande desfiles militares. Seu nome tem origem na palavra russa krasnaya, que no russo arcaico significava “bonita”, e hoje se refere à cor vermelha. Ela fica envolta pelos muros do Kremlin, pela Catedral de São Basílio, o Mausoléu de Lenin, o Museu Histórico Nacional e o Shopping Gum.

Mausoléu de Lênin:

O mausoléu é alvo de peregrinação desde a morte de Lênin em 1924, tradição que se mantém desde a queda da URSS. No mausoléu está exposto o corpo do líder fundador da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, Vladimir Ilitch Lenin. Dentro dele é escuro e tem soldados armados. Lenin fica no meio da sala principal e você chega muito perto. Perto o suficiente para ver detalhes da pele. O Mausoléu de Lenin está aberto ao público de terça a quinta e aos sábados entre 10h e 13h.

 

Teatro Bolshoi:

O Teatro Bolshoi é um dos mais belos e um dos melhores edifícios de teatro do mundo. Com seu estilo do classicismo russo, é um importante ponto turístico da Rússia. O Bolshoi é a segunda maior casa de ópera da Europa (depois de La Scala, em Milão), sendo conhecida pelo seu tamanho e excelente acústica. Entre para ver uma apresentação de balé ou ópera em um ambiente deslumbrante. A palavra “Bolshoi” vem da palavra russa para “grande” e dizem que quando você entra no teatro logo percebe o que esta palavra quer dizer.

 

Gorky Park:

Um dos parques mais famosos da cidade. Nele os frequentadores costumam deitar no gramado para tomar sol, assistir a sessões de cinema ao ar livre, comer bolinhos, yakisoba,tomar sorvetes e chás quando estão por lá. Além de poder praticar vários esportes e até fazer aula de dança.

 

Parque Sokolniki:

Antes este era o lugar de descanso do rei, e mais pra frente foi aberto para o povo. Nele você pode fazer de um tudo: patinar, pedalar e escalar, jogar nos simuladores de golfe, ver animais como alces e esquilos e até ter aula de Yoga ministrada pela revista Yoga Journal.

 

 Jardim dos Boticários:

O mais antigo jardim botânico da Rússia, foi aberto pelo czar Pedro I para o cultivo de plantas medicinais. Nele você encontra cafés e restaurantes locais, além de conhecer uma livraria especializada em arquitetura e paisagismo.

.